Outubro Rosa

A campanha do Outubro Rosa na Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) tem a meta de realizar 20 mil mamografias neste mês, com um mutirão em várias unidades localizadas no estado.

Para fazer os exames de rastreamento do câncer de mama, não é necessária a solicitação médica. A campanha atende gratuitamente mulheres de 50 a 69 anos, que precisam comparecer aos locais de exame com original e cópia da identidade, CPF, comprovante de residência e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

Caso alguma alteração seja verificada na mamografia, as pacientes serão encaminhadas para exames complementares em unidades de referência e, quando necessário, iniciarão um tratamento.

Também está prevista a realização de consultas, palestras, bem como um curso de radiologia, aula de ginástica e um motopasseio rosa. Desde o dia 1º de outubro, unidades de saúde na capital e no interior ganha, uma iluminação especial, na cor rosa, como forma de chamar a atenção das mulheres para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama.

De acordo com a Sesab, dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que na Bahia 12.900 novos casos de câncer vão acometer as mulheres em 2017, sendo 2.760 de mama e, destes, mil ocorrerão em Salvador. Quando detectada em fase inicial, a doença pode alcançar até 95% de cura.